Você está aqui: Página Inicial / Enade / Conteúdo de Conhecimento Geral / CULTURA E ARTE

CULTURA E ARTE

 Questão 1

A figura a seguir ilustra a apresentação do teatro de bonecos do grupo Riso do Povo, do mestre Zé Divina, de Pernambuco. Esse tipo de teatro, denominado mamulengo, está intimamente ligado ao contexto histórico, cultural, social, político, econômico, religioso e educativo da região Nordeste do Brasil.

Apresentado em praças, feiras e ruas, em linguagem provocativa e irreverente, com repertórios inspirados diretamente nos fatos do cotidiano popular, o mamulengo ganha existência nos palcos por meio do movimento das mãos dos atores que manipulam os bonecos, narram as histórias e transcendem a realidade, metamorfoseando o real em momentos de magia e sedução.

 

 

Disponível em: <https://en.wikipedia.org>. Acesso em: 22 ago. 2016.

 

A partir dessas informações, avalie as afirmações a seguir.

I. O mamulengo dá vida ao objeto e à matéria e permite jogo cênico divertido em que os atores de carne e osso cedem às formas animadas o lugar central da comunicação teatral.

II. No mamulengo, os bonecos são os próprios agentes da ação dramática, e não simples adereços cenográficos.

III. No mamulengo, os atores interagem com o público de forma a transportá-lo para a mágica representação cênica.

 

É correto o que se afirma em

A) I, apenas.

B) III, apenas.

C) I e II, apenas.

D) II e III, apenas.

E) I, II e III.

 

Questão 2

 

 break

Assim como o break, o grafite é uma forma de apropriação da cidade. Os muros cinzentos e sujos das cidades são cobertos por uma explosão de cores, personagens, linhas, traços, texturas e mensagens diferentes. O sujo e o monótono dão lugar ao colorido, à criatividade e ao protesto. No entretanto, a arte de grafitar foi, por muito tempo, durante combatida, pois era vista como ato de vandalismo e crime contra o patrimônio público ou privado, sofrendo, por causa disso, forte repressão policial. Hoje, essa situação encontra-se bastante amenizada, pois o grafite conseguiu legitimidade como arte e, como tal, tem sido reconhecido tanto por governantes quanto por proprietários de imóveis.

SOUZA, M.L.; RODRIGUES, G.B. Planejamento urbano e ativismo social. São Paulo UNESP, 2004 (adaptado)

 

Considerando a figura acima e a temática abordada no texto, avalie as afirmações a seguir:

  1. O grafite pode ser considerado uma manifestação artística pautada pelo engajamento social, porque promove a sensibilização da população por meio não só de gravuras e grandes imagens, mas também de letras e mensagens de luta e resistência.
  2. Durante muito tempo, o grafite foi marginalizado como arte, por ser uma manifestação associada a grupos minoritários.
  3. Cada vez mais reconhecido como ação de mudança social nas cidades, o grafite humaniza a paisagem urbana ao transformá-la.

 

É correto o que se afirma em:

A)      II, apenas

B)      III, apenas

C)      I e II, apenas

D)     I e III, apenas

E)      I, II e III

 

Questão 3

Segundo o vídeo https://vimeo.com/105175349, o homem é o único ser dotado de cultura e isto posto, há necessidade humana em transformar aspectos da natureza através do trabalho e arte, pois o trabalho é realizado para desenvolver ações que dão significado a certas coisas, diferenciando e transformando a natureza. Considerando o conteúdo do vídeo é INCORRETO afirmar que:

 

A)      A arte contemporânea preocupa-se, especialmente, com a forma em si e não com a idéia que compõe o objeto estético;

B)      A cultura possibilita a capacidade de pensar sobre a realidade e sobre construir significados à natureza para o tempo e para o espaço;

C)      Atualmente a cultura tem trazido divisão, mas deveria ser um instrumento de acréscimo de informações, de agrupamento de pessoas;

D)     A arte originalmente era conceituada através da contemplação do objeto criado (belo) e do autor da obra, mas a arte tornou-se um fato cultural, no qual o conceito do “belo” é transformado e estabelecido a partir da percepção e da bagagem do contemplador;

E)      O pertencimento aos grupos culturais organiza a identidade do indivíduo e supre suas necessidades;