Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / Setembro / Ética empresarial gera vantagem competitiva em negócios, conclui artigo de alunos de Administração

Ética empresarial gera vantagem competitiva em negócios, conclui artigo de alunos de Administração

Trabalho será apresentado em congresso internacional da área
Ética empresarial gera vantagem competitiva em negócios, conclui artigo de alunos de Administração


Empresas que adotam valores éticos em suas estratégias de negócios têm um diferencial de competitividade e se destacam no mercado de forma positiva. Essa é a conclusão de artigo inédito produzido por alunos do curso de Administração da Faculdade Metodista Granbery.

O trabalho foi aprovado no Congresso Internacional de Administração, que será realizado entre os dias 25 e 29 de setembro em Ponta Grossa, no Paraná. Em sua trigésima edição, o tradicional evento traz como tema "Conhecimento: a alavanca do desenvolvimento" e reunirá pesquisas em Administração e áreas correlatas para incentivar a produção e a integração acadêmico-empresarial.

Intitulado “A caracterização da ética empresarial como instrumento de estratégia de negócios”, o artigo é orientado pelos professores Ana Valéria Vargas Pontes e Victor Miranda de Oliveira e tem autoria dos alunos Carlos Victor Corrêa, Mateus Oliveira de Assis e Renato Ribeiro Nogueira.

O trabalho tem como objetivo investigar a importância da ética empresarial na elaboração de estratégias de negócios. Para desenvolver a temática, realizou-se pesquisa bibliográfica para aprofundamento teórico e estudo de caso em empresa localizada na zona da mata mineira, na região de Juiz de Fora, para análise de campo junto aos gestores do nível tático da organização.

Ética que impulsiona negócios

Ana Valéria Vargas Pontes, docente do curso de Administração do Granbery e orientadora do artigo, explica que o cenário político-econômico do país é uma das motivações para o trabalho. “Estamos passando por um momento de grande crise ética no Brasil, nas organizações e em toda sociedade. É preciso resgatar valores e princípios para que tenhamos instituições sólidas e confiáveis, tanto no ambiente interno quanto na repercussão de nossa imagem no exterior. Dessa forma, poderemos propiciar às empresas melhores condições de competitividade no cenário global”, afirma.

O artigo traz uma contribuição para a aplicabilidade da ética nos processos estratégicos das organizações e aponta a necessidade de se difundir os valores por toda a corporação de maneira estrutural. O trabalho destaca que alavancar o crescimento competitivo não tem relação apenas como fatores econômicos, mas com questões éticas. O entendimento e clareza dessas questões impactam na cultura que permeia atitudes dos indivíduos nas tomadas de decisão. Além disso, reforça-se a importância de uma relação de transparência da entre empresa com seus públicos, condição essenciais para que haja ganho de imagem e legitimidade nos processos de negociação.

Para Ana Valéria Vargas Pontes, a produção do artigo é parte de uma experiência pedagógica pioneira que a Faculdade Metodista Granbery tem proporcionado em Juiz de Fora e região. De acordo com a docente, o processe de incentivo à pesquisa acadêmico-científica tem produzido inovação. “O meio empresarial está à procura de profissionais inovadores. A pesquisa é o instrumento que possibilita esse diferencial, proporcionando aos estudantes criatividade que é orientada pela ciência. Nossos alunos saem com diferencial curricular no que tange à experiência de gerar conhecimento por meio da pesquisa técnico-científica”, conta.

Cultura científica

A cultura em torno da produção científica tem rendido frutos ao Granbery. Devido ao grande interesse dos alunos por desenvolver pesquisas e participar de eventos acadêmicos, professores e coordenadores dos cursos de Administração e Sistemas de Informação elaboraram o Congresso de Administração e Tecnologia – CAT, cuja terceira edição acontecerá entre os dias 6 a 10 de novembro. “O congresso é pioneiro em nossa região e é resultado do trabalho que tem sido realizado para despertar nos discentes a o interesse pela busca e disseminação do conhecimento científico”, revela Ana Valéria Vargas Pontes.

registrado em: